Brasil cria 218 mil empregos com carteira assinada em julho, diz Caged

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Número está abaixo do mês anterior, quando foram criados 277 mil novas vagas

Resultado é reflexo entre as 1.886.537 contratações que ocorreram no período e os 1.667.635 desligamentos

Brasil criou 218.902 novos empregos com carteira assinada no mês de julho. É o que mostra dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério Trabalho e Previdência nesta segunda-feira, 29. O resultado é reflexo entre as 1.886.537 contratações que ocorreram no período e os 1.667.635 desligamentos. Embora represente uma diferença positiva, os números apontam um recuo na geração de empregos após três meses consecutivos de alta. Em junho deste ano, foram 277 mil novos empregos com carteira assinada. Em contrapartida, o salário médio subiu de R$ 1.922,77 para R$ 1.926,54, o que representa um aumento de 0,80% em relação ao mês anterior. O período também foi positivo para todos os setores da economia, com saldos positivos na criação de novos empregos. anterior Assim como no período, o setor de serviços novamente foi o que mais empregou no país, gerando 81.873 novas vagas. A indústria geral, por sua vez, foi responsável por 50.503 novos empregos, enquanto comércio reparação de veículos automotores e motocicletas: 38.574 novas vagas. A agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura geraram juntas 15,8 mil novas vagas. Por fim, a construção civil registrou pouco mais de 32 mil empregos, em contínuo aquecimento. Na pesquisa por regiões, o Sudeste lidera o ranking de novas vagas, com 99.530 postos criados no mês. Na sequência, vêm Nordeste (49.215), Sul (28.152), Centro-Oeste (25.179), e Norte (16.080).

Fonte: jovem Pan

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Never miss any important news. Subscribe to our newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *